Transações financeiras são cada vez mais dinâmicas e volumosas. Como a circulação monetária cresce, também aumenta a necessidade de que as plataformas de pagamento tornem-se mais seguras, robustas e integradas. Nesse contexto, as APIs de pagamento surgem como interfaces necessárias para agilizar e certificar os processos de pagamentos.

Vamos entender um pouco mais sobre o que é uma API de pagamento?

Mas antes, o que é API?

O nome vem do inglês. Significa Application Programming Interface (Interface de Programação de Aplicativo, em português). É uma interface criada para que empresas e desenvolvedores possam integrar seus serviços a aplicações de terceiros.

Boas APIs devem conseguir atender um grande volume de transações, possuir camadas de proteção que reconhecem tentativas de ataque e, além disso, bloqueiam acessos e também garantir a autenticação de usuários.

A autenticação de usuários pode ser feita através de usuário e senha, tokens de integração além da restrição de acesso por IP’s ou VPN’s.

Hoje o mundo está repleto de APIs e elas são o novo padrão para integração entre sistemas, empresas como Google, Facebook, Waze e IFood usam APIs para integrar com parceiros ou aplicativos móveis.

E o que é uma API de pagamento?

O principal objetivo de uma API de pagamento é garantir segurança e rapidez no tratamento de dados para coleta de dados ou execução de pagamentos. Boas APIs de pagamento precisam garantir que dados duplicados jamais serão aceitos, uma das técnicas que vem ganhando muitos adeptos é a idempotência. A aplicação dessa propriedade garante que para a mesma requisição os mesmos dados sejam retornados. Dessa forma, jamais haverá o registro de um pagamento duplicado.

Uma API de pagamento deve conter também webhooks com esta funcionalidade é possível notificar o serviço que se integrou à API sobre todas as atualizações durante o ciclo de vida de um pagamento. Desta forma não é necessário ficar consultando um sistema para descobrir o estado de determinado pagamento.

Com as APIs cada empresa pode focar no seu negócio e se integrar a parceiros para utilizar serviços que agreguem funcionalidades a seus produtos ou serviços. Por exemplo: uma loja online não precisa saber como funciona o processo de captura de pagamentos, para isso ela pode integrar seu serviço a uma empresa especializada e continuar mantendo seu foco em vendas. Transações cross-border podem se beneficiar muito disso também, uma vez que cada país possui seus padrões para execução e coleta de pagamentos. Ter uma API que realiza a validação desses dados pode evitar que o dinheiro tenha que ser devolvido, nesse caso.

Como funciona?

Vamos a exemplos do que é uma API de pagamento?

  • Gateway de pagamentos de cartão de crédito: o comprador insere os dados de cartão de crédito na interface de pagamento vinculada ao marketplace. Os dados são criptografados e encaminhados ao gateway. Depois disso as informações são enviadas à bandeira e ao banco, que confirmam a transação. Essa é uma ferramenta extremamente útil para empresas que processam pagamentos no e-commerce, sem ela possivelmente tais transações não seriam possíveis.
  • Instituições de Pagamentos: nesse caso, a API atua em outro gargalo das empresas, a gestão dos pagamentos. Se por um lado está cada dia mais simples comprar e vender online, por outro, organizar transferências, boletos e pagamentos a fornecedores diferentes e ainda conseguir organizar e analisar todos esses custos posteriormente é tarefa complexa sem o auxílio de uma plataforma especializada em pagamentos massivos. Como já dito anteriormente a integração com uma empresa especializada traz agilidade e elimina riscos de pagamentos duplicados ou erros durante a inserção manual de dados.

Menos gestão de pagamentos. Mais gestão da empresa

Se a rotina do empresário se volta a gerenciar pagamentos, então quem gerencia a empresa?

Permitir que o gestor canalize seus esforços no crescimento do seu negócio é uma das premissas da WePayOut. Conseguimos tornar, dessa forma, muito mais fácil e rápida a sua gestão financeira.

Por meio da nossa API, sincronizamos todas as informações dos seus pagamentos o que possibilita a rápida e fácil gestão dos pagamentos a terceiros. Além disso, é possível realizar a qualificação de dados bancários, geração e baixa de boletos, customização de comprovantes de pagamentos com atualização de status em tempo real.      

Acompanhamento do processo via Dashboard

Como sabemos a gestão e controle financeiro não consiste apenas em pagar. Mas também em criar possibilidades de analisar os dados de pagamentos, fornecedores e identificar tendências para usar os dados para tornar seu empreendimento mais eficiente. Por isso, mesmo com a integração via API, também disponibilizamos o acesso ao nosso dashboard que possui gráficos, notificações e relatórios  com filtros e exportação de dados, permitindo análises sobre o processamento e identificação de tendências, dessa forma os operadores podem saber exatamente como está o seu fluxo de pagamentos.

Quer saber mais sobre nós? Então, continue lendo: Pare de correr risco, nós cuidamos dos pagamentos a terceiros